Header Ads


Fábio: a muralha azul

(Gazeta Press)

36 anos e a vontade de vestir o manto parece só aumentar. Há muito tempo, tornou-se o jogador com o maior número de jogos pelo Cruzeiro e apenas esse dado já basta para admirá-o muito. Confesso que após sua lesão, pensei que não teria como voltar a ser aquele Fábio que tanto nos acostumamos a ver. Positivamente, o nosso goleiro voltou, e em grande fase. Contra o Grêmio, operou milagres e contribuiu decisivamente para estarmos, hoje, na final dessa Copa do Brasil. No Maracanã, novamente fez defesas absurdas que nos evitou o pior. A grande verdade é que Fábio é o arqueiro mais injustiçado da história da Seleção Brasileira. Há quase uma década, faz o possível e o impossível e nunca recebeu uma chance sequer dos treinadores da Seleção. O que Cássio e Vanderlei estão fazendo, o goleiro cruzeirense já faz e não é de agora.

Fábio, Dida e Raul Plassmann são os três goleiros mais importantes do Cruzeiro. A divisão feita pela própria torcida entre Rafael e Fábio parece ter mexido com o jogador. Todo grande time começa por um grande goleiro. Sorte a nossa por termos um gigante protegendo a meta cruzeirense. Ele não precisa defender um pênalti para ser chamado de "santo". Os números e as atuações brilhantes falam por si só. Falar de Cruzeiro e não falar de Fábio é quase ironia. Patrimônio do clube, o torcedor cruzeirense devia pedir a Deus mais uns bons anos de carreira para o goleiro. Acreditamos em você, Fábio. Independentemente se o penta virá ou não, obrigado por tudo. Mesmo sem representar o povo brasileiro com a amarelinha, você veste o azul mais estrelado do Brasil. Todos têm goleiro, nós temos Fábio!

10 comentários:

  1. Sei que nao tem nada a ver com o texto, mas queria usar o canal para pedir às pessoas que têm acesso aos comandantes do Cruzeiro para que treinem exaustivamente a forma de bater lateral, uma vez que em cada 10 que o Cruzeiro bate, aproveita-se somente uma. Acho incrivel como ninguem ainda atentou para esses erros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi o que vimos no jogo contra o Flamengo, Vide os laterais cobrados pelo Diogo Barbosa nenhum mas nehum foi aproveitado.

      Excluir
  2. Sei que nao tem nada a ver com o texto, mas queria usar o canal para pedir às pessoas que têm acesso aos comandantes do Cruzeiro para que treinem exaustivamente a forma de bater lateral, uma vez que em cada 10 que o Cruzeiro bate, aproveita-se somente uma. Acho incrivel como ninguem ainda atentou para esses erros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou de acordo e muito,boa ideia.O penta e de suma importancia e toda sugestao deve ser ouvida,parabens.

      Excluir
  3. Muito bom o texto.
    Concordo plenamente.

    ResponderExcluir
  4. Goleiraço sem dúvida e, como bem disse o Leonardo, o goleiro mais injustiçado do futebol brasileiro de todos os tempos! A única restrição quanto ao Fábio é em relação ás cobranças de penalidades . Ele sempre pula antes...isso é irritante até! Todos os goleiros pegadores de penalties esperam o cobrador antes de pular. Normalmente o cobrador bate meia altura, fácil de pegar...a pressão em cima do cobrador é muito grande ...Fábio, esperar antes de pular!! por favor...é só isso que você precisa pra ser o maior goleiro do Cruzeiro de todos os tempos!!

    ResponderExcluir
  5. Quanto a defender penaltis, acho que falta treinamento específico sobre "inteligência decisiva" para os goleiros. Considerando que a responsabilidade da definição é do cobrador e não do goleiro, este último não tem nenhuma responsabilidade por pegar a cobrança. Logo, se ele for treinado a esperar o cobrador chutar para tomar a decisão de partir em direção à bola, ele acertará 100% do canto da batida e teráq aumentada sua chance de pegar algumas delas, já que nem todas são batidas de forma eficiente pelos cobradores. Logo, esperar sempre será a melhor opção do goleiro quer defender mais penalidades do que normalmente defende.

    ResponderExcluir
  6. Acho que o goleiro Fábio tem duas deficiências: a primeira, é que raramente ele defende firme uma bola cruzada sobre sua área. Em geral ele prefere socar a bola, o que normalmente permite o rebote pelo adversário. A segunda deficiência, e que eu computo como a mais grave, é a reposição de bola. Em geral, toda reposição de bola, seja em tiro de meta ou não, pelo Fábio, é mal feita e quase sempre fica em poder do adversário. Ele precisa ser máis rápido e treinar sua pontaria, pois pode armar contra ataques decisivos se usar essa arma poderosa para o goleiro. No mais, dentro da pequena área, é disparado o melhor goleiro do país.

    ResponderExcluir
  7. O Fabio sempre foi e continua sendo um admiravel goleiro e profissional.Estou realmente feliz por ele estar jogando tao bem num momento tao importante para nos que amamos o Cruzeiro.

    ResponderExcluir
  8. Queria deixar uma sugestão para o treinador do Fabio: Na cobrança de penalidade foque a bola: olho na bola e não no cobrador.Se não pegar todas as cobranças, vai pegar 99%.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.