Header Ads


É hora de decidir o que queremos!


O empate por 1x1 diante do Santos reflete que o Brasileirão está e deve mesmo ficar em segundo plano. Porém, embora a sexta posição seja hoje confortável, não se pode perder pontos preciosos como os de ontem. Rafinha fez o nosso gol e depois perdeu um quase feito. A grande verdade é que o Cruzeiro de 2017 oscila muito entre os dois tempos. As posturas apresentadas na etapa inicial e complementar são sempre muito distintas; para o padrão do Brasileiro, isso não é nada bom.

O foco inteiramente voltado à Copa do Brasil é compreensível. Todavia, a comissão técnica não pode se esquecer que se esse pentacampeonato não vier, os pontos que estamos deixando podem nos prejudicar demais na classificação final para a Libertadores do ano seguinte. É preciso pensar grande. Um time cuja tradição é conhecida no mundo inteiro e com o elenco que temos, é possível, sim, sonhar com algo mais alto que o G-6.

O rodízio da equipe é bem visto, já que o desgaste das últimas classificações foi monstruoso. Os jogadores entregaram tudo o que podiam e mais um pouco. Entretanto, sinto que os reservas estão sem vontade quando recebem a oportunidade. Querem motivação maior do que vestir a camisa do Cruzeiro? Pois digo que não tem. Nação azul, o momento de decidir o que queremos chegou. Estamos na final da Copa do Brasil e no G-6 do campeonato nacional. Enquanto isso, o outro lado de BH, antes favoritos a tudo pela imprensa, nos assistem a escrever mais páginas heroicas e imortais. Avante!


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.