Header Ads


Cruzeiro perde no Morumbi em jogo polêmico

Um pênalti mau marcado pra um lado e um desperdiçado no outro acaba sendo decisivo na partida entre Cruzeiro e São Paulo

Uma derrota difícil de engolir, apesar do resultado de 3 a 2 para o São Paulo, o Cruzeiro teve mais posse de bola, criou mais chances de gol, foi melhor na partida. Logo no início do jogo, Sassá é derrubado dentro da área, pênalti assinalado pelo árbitro. O próprio Sassá cobrou acertando a trave desperdiçando a chance de abrir o placar. Já a equipe paulista, teve pouquíssimas oportunidades durante a primeira etapa, mas chegou ao seu gol no último lance do primeiro tempo numa bola parada. Uma falta cometida por Ezequiel, Hernanes cobrou com muita categoria acertando a ângulo do goleiro Rafael que nada pode fazer, golaço.


Foto: Maurício Rummens - FOTOARENA - Estadão Conteúdo

Já no segundo tempo, com 5 minutos de jogo, o Cruzeiro finalmente chega ao seu gol de empate. Numa falta cobrada por Bryan, Digão cabeceia e Sassá pega a sobra chutando com estilo empatando a partida para a Raposa. O gol da virada veio aos 12 minutos. Lançamento de Robinho na área, Rodrigo Caio falha e Sassá rouba a bola e chuta na saida do goleiro Renan Ribeiro. A partida estava tranquila para a equipe celeste, o São Paulo não assustava muito a meta do goleiro Rafael.
 O gol de empate do tricolor paulista veio de uma bola parada, escanteio cobrado por Hernanes, Arboleda marca de cabeça deixando tudo igual. O lance mais polêmico da partida veio aos 34 minutos do segundo tempo. Gilberto tabela com Lucas Pratto, Ezequiel toma a frente da jogada, o jogador são paulino cai na área e o árbitro marca pênalti. Os jogadores do Cruzeiro reclamam muito e Bryan recebe cartão amarelo por reclamação. Hernanes vira o jogo para o tricolor, cobrando muito bem o pênalti, bola pra um lado, goleiro pro outro, 3 a 2 São Paulo. 


Recorde de público

O São Paulo hoje, bateu o recorde de público no campeonato brasileiro de 2017. Foram 56.052 pessoas no Morumbi para São Paulo x Cruzeiro. A última marca pertencia ao próprio São Paulo, público de 53.635 pessoas no jogo contra o Coritiba, onde a equipe saiu derrotada por 2 a 1.


Foto: Alan Morici / Estadão Conteúdo

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.