Header Ads


Em jogo cardíaco, Cruzeiro respira no Brasileirão

Após os resultados ruins das últimas partidas, o Cruzeiro entrou em campo com uma única obrigação: vencer.
A semana antecedente ao jogo contra o Palmeiras foi tumultuada. A torcida protestou. As cobranças e dúvidas em relação ao técnico Mano Menezes e a problemática zaga cruzeirense deixou até o torcedor mais confiante, apreensivo e preocupado com os rumos do time nas competições disputadas.
O início da partida, não foi animador, apesar de não sofrer muita pressão, as laterais deixavam constantemente o Palmeiras chegar ao ataque. As chances cruzeirenses, ocorriam pouco e de forma não efetiva. Até que Thiago Neves, em ótima fase marcou pela 5° vez seguida. Persistiu, não desistiu da bola, e após jogada envolvendo Rafael Sobis e Alisson,  finalizou de forma improvável, fazendo um lindo gol e surpreendendo o goleiro Fernando Prass, que nada pode fazer. 
Ainda no 1° tempo, Romero, em tarde inspirada mesmo jogando fora de sua posição, chutou de fora da área, o que resultou em um passe para a finalização de Hudson de cabeça, ampliando o placar para a Raposa.
No segundo tempo, o Palmeiras voltou mais ofensivo, Roger Guedes e Willian passaram a incomodar o cruzeiro. Tempo depois de uma pressão palmeirense, Willian cabeceou uma bola indefensável para o goleiro Fábio. Nesse momento, nem o torcedor celeste mais confiante pensava positivo. Na memória, vinha lembranças recentes da mesma situação. O Palmeiras seguiu atacando, porém, o Cruzeiro após levar o gol, também atacava e criava,fato que caracterizou mudanças no time em relação aos últimos jogos. 
O final do jogo, se tornou mais tenso quando o juiz sinalizou 5 minutos de acréscimo. Um contra-ataque fatal, com a defesa tão fragilizada poderia colocar a vitória em risco. Entretanto, a arrancada foi cruzeirense, Élber ficou de frente com Prass, que após fazer a primeira defesa, deu rebote e deixou o atacante celeste livre para marcar.
A vitória celeste por 3x1, deixa o torcedor confiante e esperançoso. O time precisa adquirir regularidade e apresentar um futebol convincente, principalmente no sistema defensivo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.