Header Ads


Hora de haver humildade na Toca! Derrota vexatória no Paraguai!

POR: JOÃO VITOR VIANA

O Cruzeiro está fora da Sul-Americana. Jogando de forma grotesca e covarde, o time pareceu entrar em campo querendo perder. Treinou pênaltis um dia antes de forma incessante, já prevendo mais uma derrota, a terceira no ano. E de nada adiantou. Conseguiu ser mais incompetente que o Nacional, que perdeu duas cobranças. Resultado vergonhoso, se compararmos as duas equipes em suas grandezas. Sem desmerecer o Nacional, é um time pequeno, que está mal no campeonato daquele país, que já não tem tanta tradição no futebol. Já o Cruzeiro, um gigante sul-americano, que se apequena a cada jogo.

Uma pergunta: se o time não está rendendo, por que não muda o esquema do time? No ano passado, o time rendeu jogando com três volantes e partindo no contra-ataque. Ficou 14 jogos invicto e saiu da degola até com certa facilidade. Mano, que salvou o time em 2015 e 2016 parece não entender que o atual elenco não pode ser escalado de outra maneira que não o 4-3-2-1. Difícil por Arrascaeta, Thiago Neves, Rafinha ou qualquer jogador no banco porque têm nome? Bom, aí desmerece um esquema que deu resultado em prol de currículo. Voltar a jogar com três volantes, nesse momento, é a melhor opção.

Diferentemente do que boa parte da torcida já pede - a saída de Mano -, discordo. Acho que, até por agradecimento, ele merece um voto de confiança. Mas cabe à diretoria tomar atitudes, como afastar alguns atletas que estão, de fato "entregando" os jogos. As falhas individuais foram evidentes diante do Nacional, principalmente nos gols dos anfitriões. Mayke e Caicedo entregaram a paçoca com toda a força. Nas penalidades, Alisson e Fabrício se mostraram fracos. E mais: se o boato que teve jogador se acovardando e não querendo bater pênalti for confirmado, que demitam esse jogador! Quem não encara decisão não é homem para vestir a camisa do Cruzeiro! Cruzeiro é time de chegada, de troféu, de história. Quem quer apenas "mamar na teta do time" pode pegar o boné e ir embora.

É inegável que o Cruzeiro precisa de mudança. Precisa mudar seu esquema para o futebol fluir e precisa afastar jogadores que estão prejudicando o time. Ainda manteria o Mano, mas fazendo essas ressalvas e ressaltando que ele, apesar de ter salvo o time no passado, não é intocável. Salientar dizer ainda que ele precisa de resultados e que vexames sobrepõe até títulos. O primeiro passo é reconhecer os erros. O segundo, por esse time para jogar. Ou põe, ou tchau! Hora de ser humilde!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.