Header Ads


Cruzeiro empata com Sport em jogo que merecia melhor sorte



O discurso anterior ao jogo era que o Cruzeiro não poderia perder. Nas entrelinhas do que disse o técnico Mano Menezes, o Cruzeiro teria que ser eficiente para, se possível, buscar os três pontos. Digamos que ao ouvir isso, os próprios jogadores tivessem assimilado que a vitória seria um detalhe. E, pelo que se viu em boa parte do primeiro tempo, foi mais ou menos isso. Embora o Cruzeiro tenha saído na frente, com Alisson, era o Sport o dominante da partida, exigindo de Fábio boas intervenções. Até o primeiro gol do jogo, o goleiro celeste era a principal figura em campo, com duas boas defesas, uma delas em chute dentro da pequena área.

Quisera o destino, no entanto, que o mesmo destaque, por um momento, tivesse virado vilão. Isso porque o goleiro derrubou um atacante do Sport na área. Pênalti que Diego Souza bateu bem e empatou o jogo. Nas redes sociais, os tradicionais extremistas já crucificavam o arqueiro do Cruzeiro. Torcedor modinha e chato demais. Vendo o lance de vários ângulos até agora tenho dúvidas se foi ou não. Mas o torcedor chato não vê assim. Talvez nem veja o jogo, gostando de aparecer por falar muita asneira e ficar "famosinho no Face". Menos!

Bom, o gol não abalou o time, que cresceu no segundo tempo. Ao contrário da primeira etapa, o Cruzeiro passou a ditar o ritmo da partida, exigindo boas defesas do veterano Magrão. Hudson deu belo chute cruzado, quase mudando o placar. Alisson também finalizou com qualidade, exigindo do arqueiro do Sport outra intervenção. No fim, empate por 1 a 1. Resultado que não é ruim mas que, pelas circunstâncias, principalmente pelo volume de jogo do Cruzeiro no segundo tempo, merecia uma sorte melhor. Um ponto na bagagem e, agora, pensar na próxima rodada: Santos fora.

Estreante
Rafael Marques estreou na partida, tendo uam atuação ainda discreta.

Próximo jogo tem encontro marcado!
A diretoria do Cruzeiro vai se reunir, aproveitando o jogo diante do Santos, dia 28, para reunir-se com a diretoria do São Paulo. Em pauta a contratação em definitivo do volante Hudson.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.