A hora é agora! Uma semana decisiva para o Cruzeiro

Foto: Mineirão
 Cruzeiro e Uberlândia se enfrentaram no último domingo pelo Campeonato Mineiro. Com a vitória do time celeste (se concretizando apenas nos acréscimos, com a defesa de um pênalti pelo goleiro Fábio) nos mantemos dentro do G-4, válidos para a classificação da Semi-Final do Campeonato Mineiro, que a partir desse ano, contará com a Taça Inconfidência para os times do 5º ao 8º na posição da tabela, mostrando a importância da vitória. Mas o jogo não foi tão bom assim quanto esperá-vamos. Vimos um time perdido em campo por muitas vezes, mal treinado, mal posicionado, com erros de passes e de marcação. O pênalti marcado para o Uberlândia, por exemplo, foi em um lance infantil, onde o marcador demorou para "dar o bote" no adversário e acabou cometendo a infração.

 Muitos torcedores reclamavam do tempo de disputa do campeonato estadual, e acredito que por esse motivo ele foi reduzido pela FMF, de quartas-de-final para uma semi-final, além de ser jogos de partidas únicas pela fase de grupos. Então, não há desculpas em relação ao calendário ou até mesmo da competição, que deveria ser utilizada para testar formas de jogo, sistemas táticos, além de jogadores da base. O que tem acontecido na verdade, é apenas uma pequena demonstração que o nosso técnico não conhece o elenco que tem em mãos e não sabe o que fazer com o mesmo, mantendo jogadores como João Lucas e Machado na titularidade absoluta e não apostando em craques como Marco Antônio, o nosso camisa 10.


 Para reconstruir, é preciso de trabalho sério e competência. Estar disposto a mudar pensamentos e convicções, entender o momento, abaixar egos, vaidades, individualismo, como estão fazendo com as eleições presidenciais do Cruzeiro, para comandar por menos de 8 meses. Por que se faz necessário várias chapas? Não é tempo de Reconstrução? Tenho até medo de usar o termo UNIÃO... É preciso, aceitar que errou, e tentar novamente. Manter jogadores de baixíssimo nível técnico e tático com a desculpa de disputar uma série B, é uma falta de vergonha tamanha, ainda mais profissionais que tem medo de competições. Ficou nítido que o Cruzeiro precisa se reforçar em algumas posições como a lateral e os volantes. Os jogadores contratados pelo Ocimar Bolicenho não fizeram jus a grandeza do Cruzeiro Esporte Clube, que mesmo passando por um dos mais tristes momentos de sua história, ainda tem pela frente a Copa do Brasil e defende o posto de maior campeão.

 Essa semana, será de grande importância para o ano Celeste. Na quarta, jogamos pela continuidade na Copa do Brasil diante do Boa Esporte, que significa mais dinheiro em caixa e o campeonato mais importante nesse 2020 e no sábado teremos um jogo contra o Atlético-MG, valendo pela continuidade no Campeonato Mineiro, pois, faltando apenas quatro partidas, só se classificam os quatro melhores para as fases finais. E elenco para isso temos, mas talvez o técnico não esteja sabendo utilizar o que tem em mãos.
 Será que chegou a hora do Adilson Batista procurar outros ares? Agradecemos por ter vindo tentar ajudar o nosso clube, mas se o treinador não se auto-reconstruir, acredito que não vá durar no cargo por muito tempo..

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.