Header Ads

Apostas de Futebol 1xBet banner

Está tudo errado no time do Cruzeiro! Será?

Foto:  Vinnicius Silva / Cruzeiro

Uma quarta-feira lastimável para a torcida celeste. A cara do nosso presidente resume bem o nosso sentimento na noite de hoje. Parece que nada mais está certo no time do Cruzeiro. 

Após uma campanha impecável, com 5 vitórias em 5 jogos, a expectativa era a de fechar a fase de grupos da CONMEBOL Libertadores com chave de ouro.

No entanto, saímos de campo com uma derrota por 2x1. De quebra, além da perda de invencibilidade, ainda podemos perder a melhor campanha da primeira fase.

Na partida de hoje, muita coisa deu errada. A começar pela escalação muito ruim do técnico Mano Menezes. É provável que ele pretendia testar uma nova formação, mas não é possível que ele acreditou em um meio de campo formado por Henrique, Cabral, Jadson, Rafinha e Rodriguinho. Lento, burocrático, previsível, um futebol pobre, talvez um dos piores primeiros tempo do nosso time na temporada. No ataque, Sassá ficava isolado e pouco produzia.

O jogo era muito ruim. O Cruzeiro produzia muito pouco. Em um vacilo na saída de bola, Rodriguinho foi facilmente desarmado e, inacreditavelmente, um time com praticamente 4 volantes deixou a entrada da área desprotegida. Foi fatal. Um belo chute, a bola na trave e a infelicidade do goleiro Fábio. 1x0 Emelec.

No segundo tempo, o time voltou mais ofensivo, com Robinho e David nas vagas de Cabral e Rafinha. O Cruzeiro batalhou, jogou contra a cera do adversário e, com muito custo, chegou ao empate. Bola levantada na área, Léo jogou a bola para o meio, Sassá dominou e fuzilou a rede. 1x1.

A torcida buscava empurrar o time, em busca do segundo gol. No entanto, em um contra-ataque adversário, pênalti assinalado, cobrado, convertido. 2x1 para o time equatoriano.

Aqueles que estavam no Mineirão, ou mesmo os que acompanharam o jogo pela televisão, tenho a certeza de que estão muito insatisfeitos (para não falar outra coisa).

Desde as finais do Campeonato Mineiro, o desempenho do Cruzeiro caiu vertiginosamente. Nossos principais jogadores perderam o seu melhor futebol no meio do caminho. Além disso, alguns jogadores de reposição, como Rafinha e Cabral, não conseguem mais desempenhar aquilo que esperamos. O time sentiu a sequência pesada de jogos. 

E, caso queiramos realmente conquistar o tricampeonato da CONMEBOL Libertadores, ou ainda avançar na Copa do Brasil e no Brasileirão, não podemos vacilar como na partida de hoje. Não é possível que os erros cometidos no ano passado voltarão a se repetir em 2019!

O Cruzeiro precisa entender que os jogos do torneio continental não são iguais aos de Campeonato Mineiro, tampouco de Campeonato Brasileiro. É uma competição totalmente diferente!

Será preciso jogar contra o time adversário, contra a arbitragem ridícula do futebol sul-americano e, principalmente, contra o excesso de preciosismo.

O Cruzeiro foi, de fato, muito prejudicado por erros da arbitragem. Mais uma vez! Um pênalti não marcado a nosso favor, um gol mal anulado. Isso faz diferença. Mas poxa, hoje os jogadores pareciam querer fazer apenas jogadas de efeito. Dar uma caneta, um chapéu, um passe com estilo. Enquanto isso, a competitividade do time lá embaixo.

Muito da culpa hoje, também, pode ser colocada na conta do Mano Menezes. Escalou o time muito mal. Foi para o Mineirão pensando em segurar um empate, pecou pela teimosia, e foi derrotado por um adversário que, sinceramente, não é dos mais qualificados da competição. Ele precisa cobrar dos seus jogadores e precisa ser cobrado por um melhor desempenho da equipe. Com certeza ele sabe que o time já mostrou e pode mostrar muito mais futebol.

Ainda não é hora para se desesperar. A nossa campanha ainda foi muito boa, com 5 vitórias em 6 jogos. Uma hora essa invencibilidade poderia cair.  

Para a nossa sorte, esses erros foram cometidos em um momento em que o Cruzeiro já estava classificado para as oitavas-de-final.

Ainda assim, é um bom momento para aquele puxão de orelha, para recolocar os pés no chão, para tirar o perigoso estigma de grande favorito (o que geralmente não dá certo para o Cruzeiro). 

Pelo amor de Deus, Cruzeiro, aprenda com os erros do passado. Passou da hora de encarar a CONMEBOL Libertadores de outra forma. Não importa se o futebol seja bonito, ou que seja no sofrimento como no bicampeonato da Copa do Brasil nos últimos anos. O time precisa entrar em campo para competir. O resultado será apenas consequência disso.

Sei que foi uma derrota frustrante. Daquelas que dá vontade de jogar tudo para o alto e desistir do time, que pedimos a cabeça do treinador, que nenhum jogador mais presta. Somos exigentes mesmo. Somos chatos. Eu entendo. Eu faço parte disso.

Mas precisamos dar um voto de confiança para esse time. Por mais que passemos raiva de vez em quando, sem o nosso apoio, sem essa torcida carregando o Cruzeiro nas costas, dificilmente iremos longe.

Pelo jogo de hoje, estamos liberados para xingar, gritar e colocar todo o nosso ódio para fora. Amanhã será um novo dia. 

Precisamos que volte a sinergia entre torcida e jogadores. E que o time moldado para as fases de mata-mata esteja melhor preparado para o restante da temporada.

Iremos cobrar, e muito, já que um jogo ruim como o de hoje, em uma fase eliminatória, pode colocar todo um trabalho por água abaixo. Que essa derrota nos sirva de lição.

Para cima deles, Cruzeiro.

32 comentários:

  1. Da vontade de pedir a cabeça do treinador, de jogar tudo pro alto? Isso é sério? Jogo com peso 0! Ganhar esse jogo seria somente por excesso de preciosismo. Como torcedor brasileiro nao entende essa competição! Ser loder geral é uma bobagem! Qual a vantagem de decidir em casa com esse time sendo que nos mata matas com o Mano o time ganhou muito mais fora que em casa? Com qual parâmetro diz que decidir em casa é vantagem para um clube que foi eliminado em casa em 2009 (final), 2010, 2011, 2014, 2015 e 2018? Corneta tem limite, principalmente quando se analisa fatos. Enquanto isso os argentinos riem classificando em segundo e entrando pra valer agora na competição.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você leu o texto todo, amigo? Sério mesmo. Leia, pelo amor de Deus. Interpretação de texto!

      Excluir
    2. O texto foi perfeito.Tem gente que gosta de se enganar.Ganhar o jogo de ontem seria preciosismo? Nunca li tamanha besteira.O jogo valia 3 pontos,valia a melhor campanha da fase grupos e fica no histórico do clube.Não de hoje que o futebol do Cruzeiro vem sendo medíocre.Com esse futebol do Cruzeiro,incluindo os 2 jogos contra na final do mineiro não há grandes chances de conquistas grandes

      Excluir
    3. Entao meu caro Julio, ao final do ano caso conquiste titulos comemorar algum, seria incoerente pois o futebol do time é medíocre. A torcida do Cruzeiro nao merece o clube que tem, ao contrario do rival onde a torcida nao merece o clube que tem. Ingratidão com o ótimo trabalho do Mano Menezes, isso que tenho observado. Um técnico competente que nos livrou de duas quedas, nos deu dois titulos nacionais consecutivos e novamente a hegemonia no estado de MG. O Cruzeiro conquistando ou não titulos esse ano está no caminho certo como equipe, ou seja, manter a base vencedora, o treinador que conhece até a lavanderia da toca 2. No dia que o Mano sair, os ingratos sentirão na pele o quanto ele é importante para nós. E esse jogo nao valia nada, aceitem! Usei fatos e os fatos sao que decidir em casa pela libertadores é na esmagadora maioria, fracasso ao Cruzeiro. Ate esse mesmo time ganhou muito mais fora que em casa nos mata matas. Ainda sim decidira todas em casa, exceto se pegar o Palmeiras a partir das quartas. Vocês nao dao valor ao nosso time como deveriam. Colocar a camisa quando ganha é mole, perder uma pelada dessa ja vira crítica!

      Excluir
    4. Corrigindo: O Cruzeiro nao merece a torcida que tem*

      Excluir
    5. E mais um detalhe, fazer história nao é fazer boa campanha em primeira fase de libertadores, pela madrugada hein. Fazer história é ganhar caneco, o resto é conversa fiada.

      Excluir
  2. Temos que ser realistas e entender que o time do Senhor Mano Meneses não é um time competitivo, um time que tem tesão por vencer uma partida. Fui ao campo ontem e o que vi foi um time totalmente apático, sem respeitar aquela grande torcida que vai ao campo e espera, pelo menos, um empenho dos jogadores para disputar as bolas; os jogadores do Cruzeiro fogem do jogo, praticam o anti-futebol, por culpa do seu lider. Decepção total, e não vejo melhora a curto prazo com o nosso atual treineiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na boa, até cheguei a pensar: Será que o salário já tá atrasando? Pela apatida, tô começando a acreditar que SIM. :(

      Excluir
  3. Não me canso de falar, Ariel Cabral não tem e nunca teve futebol para vestir o manto azul. Toda vez q ele joga e principalmente com o Henrique ao lado, o time fica sem meio de campo, sem marcação e sem criatividade nenhuma. Joga igual caranguejo, lento, sem criatividade, sem garra e só com passes curtos na direção contrária. Chega de Cabral!! Não assisto mais jogos do Cabuloso quando ele for escalado. Absurdos do Mano!!

    ResponderExcluir
  4. O Cruzeiro é muito mais time que aquele apresentado ontem. Faltou empenho, dedicação e vontade de jogar.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente não consigo entender o alarde que fizeram com aquela tal invencibilidade do Cruzeiro, jogos de Campeonato Mineiro e um grupo fraquíssimo da libertadores iludiram muita gente... Esse é o cruzeiro de Mano Menezes, lento, praguimático, sem criação, e que não agride o adversário. Vou viver uma vida inteira e mais 6 meses pra tentar entender essa super valorização de Tiago Neves, o jogador mais superestimado dos últimos tempos no Cruzeiro, me fale 2 jogos que ele realmente desequilibrou, fazendo o que se espera de um armador de qualidade, e não venham com aquele gol de penalti na semi contra o Grêmio, nem o gol de penalti na final contra o Flamengo, nem o de falta contra o São Paulo, o cara é igual enceradeira, só cisca, e erra quase tudo que tenta, muito lento e franco, mas tratado como o cara que desequilibra, por essas e outras que estamos lascados e sem muitas expectativas para o restante da temporada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim meu caro amigo cruzeirense, concordo contigo em tudo e acrescento mais: tem alguns enganadores de futebol como o lateral direito Edilson, quando foi que esse rapaz jogou bem no Cruzeiro? se você pegar todos os jogos em que ele jogou, não fez nada, todos os cruzamentos são em cima dos adversários, e o Rodriguinho parou de jogar porque??, o cara perde todas as jogadas, esse mano só sabe pedir apoio da torcida e esse time "mequetrefe" não faz a parte dele, a mídia nacional esta fazendo a parte dela Enchendo a bola desse timinho do Cruzeiro., Uma coisa eu digo "estamos ferrados" e outro detalhe: porque o Fabio resolveu falhar em todos os jogos agora???????.

      Excluir
    2. Onde eu assinto? Nunca vi esse futebol que a mídia tanto fala. Ele conversa muito só para cair nas graças da torcida. Montillo jogou muito mais que este enganador.

      Excluir
    3. A bem da verdade é que a imprensa mineira< atleticana até na alma, adora supervalorizar tudo o que acontece (de bom e ruim) com o Cruzeiro. Se ganha, o time é um "Barcelona" invencível, se perde uma, já querem a cabeça do técnico e que desmontem o time todo. Quem vive na berlinda e troca de técnico igual se troca de camisa são as "lourdinhas cor-de-rosa" do outro lado da lagoa. A Toca da Raposa nunca foi, não é e nunca será um galinheiro. Fiquei muito "P" da vida com aquele jogo de ontém. Xinguei muito, vaiei demais no final do jogo. Suo muito prá ganhar meu dinheiro e não deixo de ir a campo qdo o Cruzeiro joga em BH. E quando o jogo é perto, ainda acompanho. Agora o que não dá prá engolir é aquela lerdeza de ontém. Tem horas que dá vontade de pular a proteção e socar certos "boleiros", porque jogadores "muito bem pagos" definitivamente não estão jogando como tal. Me desculpe o desabafo, mas é dose viu...

      Excluir
  6. Edilson fraco, lento, mas titular absoluto, Henrique só conseguiu ser titular no Cruzeiro, ja explica um pouco, Rafinha é um Tupanzinho(Ex Jogador do Corintians) piorado, mas pelo menos os treinadores do Tupanzinho entendiam que ele era apenas uma opção no banco, ja mister Mano menezes... Tiago Neves(Sem comentários), ouvir a torcida pedir a entrada dele, aí o ditado fica compreensível "Cada torcida tem o time que merece"...

    ResponderExcluir
  7. O Mano só pensa em um campionato: copa do Brasil. É teimoso e ignorante. O Rafinha tá péssimo, Ariel mal. Mas só ele que não vê isso. O time tem q ter raça. Honrar esse manto azul q veste. Fora Mano!.

    ResponderExcluir
  8. Eu fico pensando, como o Mano Menezes da sorte, porque o time ta lento, sem criatividade ,Cabral , rafinha, esses ja nao jogam faz tempo... O cruzeiro entra em campo parece que comeu uma feijoada bem gorda.. toca pra la pra ca, nao tem ofensividade, parece lesmas em campo.. e o respeito pelos que pagaram ingressos e esta vendo pela TV... os cara tipo Thiago Neves perde bola e fica no caminho, nao voltam pra tomar a bola.. um time sem alma. parece que mal treinados.. um horror

    ResponderExcluir
  9. e Digo mais... ja tem tempo que o time nao tem respeito pelos que pagam ingressos, futebol é caro. quando agente vai a um lugar pra ver um show por exemplo, quer ver o melhor do cantor, futebol é tem que ser mesma coisa, se nao tem talento, pelo menos RAÇA, BRIGA, SUA A CAMISA, sai de la desmaiado, MAS DA SANGUE, futebol é 90 minutos.. os cara fazem um gol e ja para, acha que esta FUTEBOL É 90 MINUTOS, NAO ADIANTA SO TALENTO, TEM QUE TER , RAÇA , SANGUE, SUOR.. QUE TIME É ESSE DE FROUXOS.. cade o respeito pelos que pagam ingressos, PERDEU BOLA, CORRE ATRAS, VOLTA PRA MARCA TODO MUNDO. UM BANDO DE LESMAS..

    ResponderExcluir
  10. eu sei q o mano ja ganhou duas copas do brasil seguidas, mas esse futebol dele me da nos nervos. parei de ir a campo por causa dessa LENTIDAO, O CRUZEIRO É TIME GRANDE, TEM Q ATROPELAR QUALQUER UM, SEJA O REAL MADRID, BARCELONA QUE JOGAR CONTRA O CRUZEIRO, o time tem que MASSACRAR O ADVERSARIO, E NAO FICA RECUADO, parecendo time PEQUENO...

    ResponderExcluir
  11. EU NAO SEI COMO A MAIORIA DA TORCIDA AINDA NAO RECLAMOU.... CRUZEIRO É TIME GRANDE.. com esse time CARO.. JOGAR POR UM GOL.. NAO FAZ SENTIDO.. MANDA OS CARA TOMA ENERGETICO.. TIAGO NEVES . ROBINHO.. E OUTROS TEM QUE PARTIR PRA CIMA , PERDEU BOLA SAI GRITANDO E VOLTA PRA MARCAR, IGUAL GUERREIROS. PELO AMOR DE DEUS

    ResponderExcluir
  12. Somos passionais, mas se não mudar algumas peças, poderemos pagar caro. Lucas Silva titular, Sassá pedindo passagem já. Mano é muito pragmático. Tem que parar com isso. Se tem qualidade que coloque o que tem de melhor em campo. A batalha começa é agora e não há margem para erros. Abre o olho, Cruzeiro!

    ResponderExcluir
  13. Texto perfeito. Vai pra conta de mano e sua querida panela. Outra coisa, cadê o fator motivacional do técnico? Queda vertiginosa sim de produção. Será que estávamos sendo enganados pela baixa qualidade do estadual e/ou Manomenezes voltou ao normal dele? Vamo Cruzeiro, esse ano quero o mundial!!

    ResponderExcluir
  14. Ontem fiquei preocupado com a escalação inicial. Quando vi Rafinha, Ariel e Jadson, eu disse, não vai dá certo. Estes caras não competem mais. Mais a derrota não foi de todo ruim. Baixou a bolinha, pezinho no chão, sabendo que chapeuzinho, bicicletinha não ganha jogo. Para ganhar na Libertadores tem que competir, e muito.

    ResponderExcluir
  15. Primeiro: Mano é um covarde, assim como a grande maioria dos técnicos brasileiro. Colocar três volantes de início? Provavelmente ele esperava que, na pior das hipóteses, fosse haver um zero a zero. Provavelmente ele até imaginava a entrevista coletiva que daria após o jogo: "Muitas vezes os técnicos são criticados por jogarem pelo resultado, apostando numa formação mais defensiva, jogando em contra-ataque... e hoje fizemos história passando pela fase de grupos sem tomar gols, e conquistando o primeiro lugar geral...". O Rafinha não fez UMA boa atuação neste ano. Rodriguinho se apagou desde a fase final do Mineiro. Mano peca em sua covardia ao armar o time e, mais, em não saber motivar o vestiário (afinal, só isso explica a falta de comprometimento do elenco desde o início do Brasileirão). Em segundo lugar: até quando vamos engolir esse discurso de "sequência forte", "jogos cansativos quarta-e-domingo"? Ainda mais logo em início de temporada... Quem gosta de assistir futebol de verdade viu, na terça e ontem, Liverpool x Barcelona e Ajax x Tottenham. O Liverpool, em particular, independentemente da última rodada do Campeonato Inglês, fez uma campanha que já está no Top 3 da HISTÓRIA da Premier League, assim com o Manchester City que está na liderança com um ponto a mais. Esse mesmo time, que já se encontra em final de temporada, fez um jogo a 200 km/h contra o Barcelona tanto no Camp Nou quanto em Anfield, e, ainda, teve que virar, FORA DE CASA, um jogo no qual a derrota significaria a eliminação de suas possibilidades de ser campeão inglês. E lá ninguém fica, reiteradamente, batendo na mesma tecla: são muitos jogos e estamos cansados. Nem jogadores, nem treinadores. Então o problema daqui é a preparação física? Pois, ora, ou assim é, ou esse discurso serve como muletas para um lugar no qual se pratica um arremedo de esporte ao qual ousam dar o nome de "futebol", muito diferente do esporte visto nesta semana em Liverpool e em Amsterdam. Acredito mais na segunda opção. Jogadores aqui são folgados, preguiçosos, pouco profissionais... aliás, justiça seja feita, esses traços são muito mais culturais do brasileiro do que uma peculiaridade da classe de jogadores de futebol. Não atoa até nossos craques comportam-se indisciplinadamente dessa forma, abreviando suas próprias carreiras ou nunca chegando ao auge que poderiam alcançar. Exemplos? Romário, Djalminha, Ronaldinho, Adriano, Neymar... todos jogadores de classe mundial mas que, por formação de caráter (e aqui não me refiro à conduta ética ou não perante o próximo, mas à personalidade e ao espírito esportivo), tiveram carreiras muito aquém daquilo que poderiam. Não por coincidência, jogadores não formam, com os clubes daqui, contratos com cláusulas de produtividade, tão comuns na Europa; e, pior, exigem o "bicho" como se fosse um direito natural. O Cruzeiro está endividado, com as contas no vermelho, e vem gastando mais e mais com contratações e salários, temporada após temporada. O mínimo que se espera disso é que os jogadores e o técnico correspondam ao investimento, e isso não ocorre. Eu duvido que a folha salarial do Cruzeiro não seja, pelo menos, dez vezes maiores que a do Emelec. Somado tudo isso vemos o tamanho da vergonha que foi a derrota de ontem. Uma mistura de desídia dos jogadores e incompetência do técnico que nos levou a amargar uma derrota EM CASA pela Libertadores, fato raro e que mancha nosso currículo. Essa última semana do futebol mostrou como o 7 a 1 é eterno: enquanto na Europa vimos se jogar futebol, assistimos no Brasil jogos lentos, burocráticos, preguiçosos, tecnicamente risíveis; o Levir Culpi falando asneiras enormes; Neymar brigando com Draxler como o menino mimado que é...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia,
      Concordo plenamente.
      Este time do CRUZEIRO, é um time de velhos, e o seu comandante é um paneleiro de primeira linha.
      Já não gosto de ver jogos do CRUZEIRO, já não idade para passar raiva.
      Eu vi em pleno Mineirão Dirceu Lopes, Zé Carlos, Eduardo, Joãozinho, Piazza e tantos outros.
      Ver o futebol do CRUZEIRO de hoje, é gostar do absurdo.
      Infelizmente estou vendo mais os jogos do Fluminnse e Gremio.
      Fora MM RETRANCA.

      Excluir
  16. Pessoal, o que eu não suporto nesse time do Cruzeiro é o futebol lento, apático sem energia, os caras marcam um golzinho e a partir daí é pura enrolação e tome bola para trás e quando o adversário empata é aquele desespero para empatar, tenho nojo de assistir esse futebolzinho que esse time do Cruzeiro esta jogando, Cria vergonha na cara Mano Meneses, e por favor, não peça mais aos torcedores para lotar o Mineirão porque eu não vou mais.

    ResponderExcluir
  17. Vexame histórico. Futebol não se ganha na véspera. Desdenharam do Emelec e deu no deu! O resto é balela,,,,,,,

    blel





























    vexame históricov






    ResponderExcluir
  18. Peraí gente ... o Cruzeiro perdeu uma partida ... e com time misto ... e teve gol anulado ... e sofreu gol no último minuto.
    Nossa ... é cornetagem demais.
    O Mano sabe o que está fazendo. Os valentões, haters e filósofos de plantão que se escondem atrás do teclado deveriam se lembrar que antes da Copa do Brasil de 2017 o Cruzeiro estava a anos sem ganhar.

    E foi o Mano que ganhou.

    ResponderExcluir
  19. Olá Thiago Couto e China Azul,

    Finalmente vai começar a Libertadores 2019; essa fase inicial é apenas protocolar e a obrigação era se classificar, o que o time fez muito bem.
    Fase inicial de Libertadores só serve para bravatas típicas de quem não respeita o torneio: "melhor elenco", "tá jogando demais", "vamos golear", "tá no papo", "ninguém segura", "gigante brasileiro na Libertadores" (nenhum time brasileiro tem história de gigante na Libertadores)... As seguidas eliminações e vexames de times brasileiros parecem não ensinar muita coisa; ano após ano vejo jogadores, dirigentes, torcedores e parte da mídia falando maravilhas de equipes com histórico fraco na competição.
    Penso que nós torcedores falamos com o coração e movidos pelo mais pelo sonho do que pela realidade; dirigentes e jogadores falam, mas costumam não se garantir em campo; já a mídia fala sem com base em análises e acompanhamento, preferindo obter likes.
    Agora,como escrevi, vai começar a Libertadores 2019; muitos "papudos" caíram fora e suas conversas sobre "torcida que ganha jogo", "time soberano e tradicional", "pressão de torcida no caldeirão".
    O melhor do Cruzeiro precisa aparecer em campo a partir de agora. Nos últimos 10 anos colecionamos uma série de eliminações contra São Paulo (2010), Once Caldas (2011), San Lorenzo (2014), River Plate (2015), Boca Juniors (2018), além do vice-campeonato frente ao Estudiantes (2009). Quem sabe não é este o tempo para voltarmos a ganhar...

    ResponderExcluir
  20. Time que tem um meio de campo com volantes (quer dizer: cabeças de área) lentos, limitadíssimos, tecnicamente, péssimos marcadores e piores passadores, como o henrique que eu considero o maior enganador do futebol brasileiro e o Ariel Cabral, não conseguirão chegar a lugar nenhum: um ou outro mineiro, uma copinha do Brasil nos peneltes e olhe lá, tá muito bom dimais sô ...

    ResponderExcluir
  21. Pessoal, o que eu não suporto nesse time do Cruzeiro é o futebol lento, apático sem energia, os caras marcam um golzinho e a partir daí é pura enrolação e tome bola para trás e quando o adversário empata é aquele desespero para empatar, tenho nojo de assistir esse futebolzinho que esse time do Cruzeiro esta jogando, Cria vergonha na cara Mano Meneses, e por favor, não peça mais aos torcedores para lotar o Mineirão porque eu não vou mais.
    Read more at win2888
    Read more at sv388

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.