Header Ads

Apostas de Futebol 1xBet banner

Respeitem o Único Gigante de Minas e Campeão Mineiro 2019

Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Pode vibrar, mundo azul, o Cruzeiro se sagrou Campeão Mineiro de 2019.

E, podemos comemorar mais ainda e por um bom motivo: acabou o Campeonato Mineiro. Daqui para a frente, todas as forças estarão concentradas nas competições mais importantes da temporada.

Ninguém esconde o desejo de conquistar o tricampeonato na CONMEBOL Libertadores e, com certeza, esse será o foco.

Mesmo assim, a conquista do campeonato estadual pode, sim, ser apreciada. O Cruzeiro terminou a competição com o melhor ataque, a melhor defesa, o artilheiro. Foi campeão de forma invicta, com 11 vitórias e 5 empates.

Nada mal para um começo de temporada e um bom passo para o restante do ano. Afinal, os campeonatos estaduais servem, de certa maneira, como um divisor de águas para os campeões e para os derrotados.

Um título, mesmo que não seja de grande relevância, ajuda a consolidar o bom trabalho exercido pela diretoria, pelo técnico Mano Menezes e sua comissão técnica, e pelo grupo de jogadores. Uma derrota, por outro lado, poderia criar uma crise desnecessária e tirar o nosso foco daquilo que realmente nos interessa: grandes conquistas. Seja um tri, um penta ou um hepta.

Os dois confrontos da decisão tiveram os contornos esperados para uma final de campeonato. Os jogos foram bons? Não. O Cruzeiro mostrou o futebol que esperávamos? Também não. Foi tudo muito brigado, muito truncado, pouco futebol e muita disposição. Enfim, os jogos foram aquilo que já conhecemos do My name is Mano Menezes.

E, quer saber? Não tem problema. Foi campeão, é isso o que interessa. É o quarto título do treinador nestes três anos consecutivos no Maior de Minas.

O Cruzeiro poderia ter feito uma vantagem maior no primeiro jogo (e realmente fez, mas o gol de Fred foi anulado por decisão do VAR), para chegar no jogo de hoje com uma maior tranquilidade. Mas, em uma final, a palavra tranquilidade não existe. Tinha que ser com sufoco. O empate de 1x1, que nos deu o bicampeonato consecutivo do Campeonato Mineiro, mais uma vez foi cercado de polêmica e um rio de lágrimas do outro lado da lagoa.

Do mesmo modo que o primeiro jogo, as reclamações ocorreram de ambos os lados, mas com maior veemência do lado do Atlético/MG. Há de se ressaltar que, de fato, a arbitragem com o auxílio do árbitro de vídeo está muita confusa e pouco objetiva. A maioria dos lances é revisado pelo VAR, inclusive aquelas jogadas que não fazem parte do protocolo, como lateral, escanteio ou aplicação de cartões amarelos, e isso atrapalha demais no andamento do jogo. Há muito a se aperfeiçoar ainda para os envolvidos com a arbitragem de vídeo.

E, como já esperado também, parte da aldeia e do outro time vai tentar desmerecer a nossa conquista. O Cruzeiro foi campeão por seus próprios méritos, com uma vitória na Toca da Raposa III e o resultado que nos favorecia no Independência. Se tem jogador e dirigente do outro lado com papo de que o time celeste não fez por merecer a conquista, saibam que um feito tão grandioso quanto o de ganhar é o de saber perder. 

Respeitem o Cruzeiro. Respeitem o maior e único Gigante de Minas, seja no futebol, no vôlei ou em qualquer modalidade esportiva. Onde tiver a marca Cruzeiro Esporte Clube, é certeza de grandes conquistas, sem fugir, sem medo de ninguém. Nossas páginas são heroicas e imortais.

Torcida celeste, ainda é só começo, apenas a primeira batalha foi finalizada, e nossos sonhos nos levam a conquistas muitos mais importantes, é verdade. Mesmo assim, devemos saber apreciar o bom momento do time. É tudo nosso!

Comemorem, não é nenhum pecado celebrar um título de Campeonato Mineiro. Mas não precisamos gastar toda a nossa voz com isso. Vamos guardar nossas forças para as conquistas que nos esperam em um futuro próximo.

É hora de virar a chave. Hoje comemoramos, para amanhã voltarmos as atenções para a CONMEBOL Libertadores.

No caminho para o tri, uma desgastante viagem para a Venezuela, e o confronto de terça-feira contra o Deportivo Lara. Provavelmente, uma boa hora para preservar alguns jogadores, já que os dois jogos da final do Mineiro foram puxados. Temos elenco é exatamente para isso. O que vocês, discípulos de Mano Menezes, fariam?

E, para finalizar, apenas mais uma coisa: Ah, ser Cruzeiro é bom demais! Quem não é, literalmente está perdendo e está curtindo uma cama quentinha neste momento.

Saudações celestes!

19 comentários:

  1. É campeão! É Campeão! grita a nação azul feliz, mais uma vez por esse grande título. Todos os títulos que disputamos é pra ganhar. Parabéns aos envolvidos. A Raposa Astuta a busca de mais títulos esse ano. Chora frang6x1as. Abraços aos campeões.

    ResponderExcluir
  2. Cara, como vcs são arrogantes, se acham "os tals", o atlético com esse time horrível deu trabalho e ainda tiveram a ajuda da arbitragem para serem campeões e falam como se tivesse sido um massacre. Não tiro o mérito do time, mas vamo devagar, pra não cair do salto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não percebi ajuda de arbitragem, amigo. Um pênalti não marcado para cada lado (Igor Rabelo/Léo), um gol anulado porque a bola tocou no braço do Fred e um pênalti marcado porque a bola tocou no braço do Leo Silva. Tudo igual. Agora, o Cruzeiro realmente não jogou bem essas finais. Se o Atlético tivesse mais organização teria levado. Mas isso também não tira os méritos do Cruzeiro. Melhor ataque. Melhor defesa. Artilheiro. E comemorar não me parece ser arrogante. Vocês não comemorariam se tivessem vencido o campeonato?

      Excluir
    2. Treina cachorrada, treina!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

      Excluir
    3. Zoi, na boa:
      Pq o gol do Fred foi anulado no Mineirão? Foi mão?
      Então pq foi penalti do Leonardo Silva no Salão Paroquial do campo do 7 de Setembro? Não foi mão tb?
      E o VAR? Pq não acusou o penalti do Igor Rabelo no Leo no sábado?
      PUTZ!!!! Essa choradeira que enche o saco.

      Excluir
    4. zoidoCU vc é GAYloucura. Sai da página do CRUZEIRO CABULOSO O INCAIVEL HEXACAMPEÃO 6X1 EU VI.

      Excluir
  3. Melhor time,melhor campanha e único invicto do da série A. Não é pra qualquer um. É para o Cruzeiro Cabuloso...Zeerroo

    ResponderExcluir
  4. Kkkkkk, vocês custaram para ganhar o título mineiro. Com penalti nao marcado para o galo no primeiro jogo. E dizem que sao os melhores.
    Mas fazer o que né...., o que vale é o resultado final. Errado ou não é o que vale.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor de dar a ruela, byba. Vai para página do VEXAME CORNO.

      Excluir
  5. Parabéns ao cruzeiro por mais um Mineiro vencido com ajuda externa" Menção honrosa ao novo craque do time, o VAR, que foi decisivo nas duas partidas, sendo responsável direto pelo pênalti mandrake a dez minutos do fim do jogo de sábado quando a vaca azul, tida como a melhor do brasil por eles mesmso e por grandes "entendedores" de futebol como Jaeci Carvalho e outros! Aproveite esse Mineirinho, Corinthians de Minas!

    ResponderExcluir
  6. os caga ovo porém com o único gigante de minas vão brigar pra nao cai kkkkk sao umas comédias botafogo de minas gerais kkkkk

    ResponderExcluir
  7. As Lurdinhas estão tristes!

    ResponderExcluir
  8. Na boa:
    Pq o gol do Fred foi anulado no Mineirão? Foi mão?
    Então pq foi penalti do Leonardo Silva no Salão Paroquial do campo do 7 de Setembro? Não foi mão tb?
    E o VAR? Pq não acusou o penalti do Igor Rabelo no Leo no sábado?
    PUTZ!!!! Essa choradeira que enche o saco.

    ResponderExcluir
  9. Para de reclamar e vamos comemorar

    ResponderExcluir
  10. Parabéns ao VAR por seu primeiro título de Campeão Mineiro 2019!

    ResponderExcluir
  11. maria, cala essa boca putinha de merda. unico gigante? so se for no puteiro que tua mae frequenta

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.