Header Ads

Apostas de Futebol 1xBet banner

É hora de mostrar o verdadeiro Maior de Minas

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Com direito ao maior público do Mineirão em 2019, o Cruzeiro venceu o América/MG por 3x0, no último sábado, e sacramentou a sua vaga na final do Campeonato Mineiro. Os gols do time celeste foram marcados pelo zagueiro Léo, pelo camisa 9 e artilheiro do campeonato, Fred, ainda no primeiro tempo, e pelo meia atacante Rafinha, já no final da partida.

A vitória consolidou o excelente momento vivido pelo nosso time, comandado pelo técnico Mano Menezes. É a maior sequencia de vitórias do Cruzeiro desde que o treinador assumiu o comando da equipe. Além disso, neste ano, o Maior de Minas se mostra um time frio e calculista, consciente do que precisa fazer dentro de campo.

Pela Libertadores, o time apresenta uma maneira diferente de jogar, se comparado ao Campeonato Mineiro. Há mais intensidade e mais entrega dos jogadores em partidas do torneio continental. Pelo estadual, todavia, em alguns momentos o time “tira o pé” e administra o resultado. Tudo dentro na normalidade e do planejamento traçado no início da temporada.

Apesar da classificação à final ter acontecido sem sustos, o Cruzeiro encontrará uma situação diferente em relação ao ano passado.

Para quem não se lembra, há exato 1 ano, em 08/04/2018, o Cruzeiro conquistava o título estadual em cima do Alt. Mineiro, com uma vitória por 2x0 na Toca da Raposa III, revertendo uma inesperada derrota na primeira partida. Essa conquista serviu para aproximar ainda mais o time de sua imensa torcida e foi ponto inicial para a futura conquista da Copa do Brasil. Em 2019, no entanto, por vacilos na primeira fase, não teremos a vantagem de jogar por 2 empates ou por 1 derrota e 1 vitória pela mesma diferença de gols. Será necessário fazer algo a mais, para conquistar o título. 

Independentemente da qualidade do torneio, estamos na final e, com certeza, jogadores, comissão técnica e a torcida estarão ávidos por mais um troféu em nossa galeria. A final será, mais uma vez, contra o Alt. Mineiro. O primeiro jogo, dentro da nossa casa, no Mineirão. A volta, ainda sem local e data definidos.

A questão da data depende de um acordo entre os clubes e a detentora dos direitos de transmissão, devido à compromissos futuros de ambos pela Copa Libertadores. Já o local, depende do time de Vespasiano: jogar na Toca da Raposa III ou voltar para o puxadinho do Horto? Eis a questão. Estejamos preparados para acompanhar aqueles debates sobre divisão de ingressos, torcida meio a meio, entrada de bandeiras, todo o já conhecido roteiro das vésperas de clássico mineiro.

Infelizmente, é provável que não seja desta vez que tenhamos os dois confrontos no Gigante da Pampulha, com torcida meio a meio e renda dividida igualmente entre as equipes. Aparentemente, isso é coisa de um passado remoto. Ainda assim, seja onde for, podemos esperar um Cruzeiro forte e com totais condições de se sagrar campeão. Temos um bom técnico, um elenco com excelentes opções e, sobretudo, uma torcida que irá apoiar o time cada vez mais.

Antes disso, temos um compromisso, digamos, mais importante. Na próxima quarta-feira, o confronto será, mais uma vez, dentro de casa, contra os argentinos do Huracán. Uma vitória pode sacramentar a nossa classificação para o mata-mata da Copa Libertadores. É isso que mais nos interessa.
Em um exercício de futurologia, o que podemos esperar do técnico Mano Menezes? Será que alguns jogadores serão poupados no meio de semana para o confronto contra o Alt. Mineiro? Acredito que devemos nos acostumar à essa estratégia, de variar a equipe de acordo com cada partida, já que as contratações neste ano foram efetuadas exatamente para nos possibilitar um elenco forte e capaz de disputar todas as competições da temporada, sem abrir mão de nenhuma, a não ser por alguma questão circunstancial.

Para o jogo contra o Huracán, devemos ver o time que tem entrado em campo nos jogos da Libertadores, com Fábio, Edilson, Dedé, Léo e Egídio, Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Fred. Não deve fugir disso.

Para o jogo contra o Alt. Mineiro, talvez possa surgir alguma mudança em caso de desgaste físico. Lembremos que há possibilidade da volta de Thiago Neves ou da estreia de Pedro Rocha, além de opções como Orejuela, Dodô, Lucas Silva, David, dentre outros. Por isso é bom ter um elenco de qualidade!

E vocês, se fossem o técnico do Cruzeiro, qual time escalariam para cada uma das próximas partidas? Estão mais preocupados com o jogo pela Copa Libertadores ou com a final do Campeonato Mineiro?

Serão mais dois confrontos seguidos dentro da Toca da Raposa III (quem sabe, sejam três). É o momento ideal para manter nossa invencibilidade e nossa sequência de vitórias, para a torcida continuar a lotar o Mineirão e cantar os 90 minutos. Se no último sábado foram mais de 51 mil presentes, que nos próximos jogos cheguemos aos 55, aos 60 mil. Os preços estão convidativos e o time tem correspondido.

Juntos, somos mais fortes. Continuaremos nas batalhas com o Cruzeiro, o verdadeiro Maior de Minas. Pelo Tri, pelo Penta, pelo Hepta. Para cima deles!

3 comentários:

  1. Esse time das Maria é ridiculo . MAIOR DE MINAS KKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não somos ridículos e nem marias, so olhar quem tem mais titulos importantes kkkk, vcs? Quantos brasileiros? Quantas copas do brasil? Vamos falar so destes 2 por enquanto, quando vcs conseguir superar ai podem rir

      Excluir
  2. Qual é o site dos fotógrafos que tiram nossas fotos da Torcida alguém sabe pra mim envia

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.