Header Ads


Mesmo sem inspiração, o Cruzeiro fez o seu dever de casa!

Douglas Magno/AFP
Ligeira frustração. Os quase 40 mil torcedores celestes que foram ao Mineirão ontem aguardavam uma grande goleada diante do Deportivo Lara. Após duas semanas de espera pelo confronto e agora frente a frente com os venezuelanos, não tivemos o mesmo desempenho de outros excelentes jogos que fizemos em 2019. Coletivamente, decepcionamos. A sensação que ficou é a de que poderíamos ter saído da Toca III com uma vantagem maior. Ainda assim, o triunfo merece ser comemorado.

O gol precoce do aniversariante Rodriguinho encheu o coração da Nação Azul de esperança por um placar elástico, mas não foi o que aconteceu. Depois que tomou o gol, o adversário resistiu bem e fechou todo o nosso setor de criação, o que explica a falta de lucidez dos armadores e a tentativa de alçar a bola para Fred resolver dentro da área. Aliás, o camisa 9 foi um dos únicos personagens inspirados no duelo: fez bem o pivô, novamente deu assistência e viu o bandeira anular incorretamente um gol seu.

Apesar do resultado não ter sido o que grande parte da torcida queria, a análise parte pelo fato positivo de termos encontrado possíveis soluções para jogos importantes: David poderia ter jogado mais tempo no lugar de Marquinhos Gabriel e, claramente, sentimos falta das inversões e da chegada à frente com a qualidade de Lucas Silva. O auxiliar Sidnei Lobo, que substituiu o suspenso técnico Mano Menezes, não teve essa percepção e demorou a fazer as substituições. A rodagem no elenco em momentos decisivos será importante para dividir a pressão e quebrar a estratégia do oponente.

Temos um elenco bastante qualificado para a disputa da Copa Libertadores e coube ao volante (escalado como meia direita) Jadson trazer o desafogo com um gol para lá de inusitado. Com o resultado, o Cruzeiro fez 14 partidas até o momento: marcou 30 gols e sofreu apenas cinco. Se continuarmos acertando a pontaria e defendendo como nas últimas temporadas, é perfeitamente possível sonhar com o tri da América.

Somos líderes isolados do Grupo B! Na próxima rodada, iremos ao Equador enfrentar o Emelec e tentar encaminhar a primeira colocação geral, que possibilita a vantagem de decidir em casa nas fases de mata-mata. Estaremos sempre juntos nas batalhas com o Cruzeiro e visando reconquistar Santiago! Valeu, Nação Azul!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.