Header Ads


Nada de Favoritismo. Agora é hora de trabalho para o Cruzeiro

Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro
Depois de um período de férias e de muitas especulações, o Cruzeiro teve, ontem, a sua reapresentação para a nova temporada. Dentre as novidades, estão os laterais Egídio, Marcelo Hermes e Edilson, o meio-campo Bruno Silva, e os atacantes David e Fred. Alguns deles ainda serão apresentados pelo clube, de forma oficial.

Primeiramente, temos que enaltecer o bom trabalho da nova diretoria no mercado. À princípio, estava apreensivo, principalmente pelos alegados problemas financeiros pelos quais o clube passa. Inclusive, em entrevista coletiva do vice-presidente de futebol, Itair Machado, foi confirmado o atraso de salários. 

Deixando de lado as questões políticas e financeiras, podemos dizer que as contratações foram bem-feitas e chegaram exatamente para as posições que mais precisávamos.

Acredito que, em 2017, nosso maior problema estava na lateral direita e no comando de ataque. A chegada de Edílson pode solucionar essa primeira questão. Além de ser um lateral firme e seguro defensivamente, ainda tem boa presença ofensiva, principalmente em cobranças de falta. Além disso, já tem experiência em disputar e conquistar a Copa Libertadores. É o nosso novo titular. 

Já a contratação de Fred foi um caso a parte. Em termos de força ofensiva e presença de área, é inquestionável a qualidade do nosso novo camisa 9, já bem conhecido pela torcida. O que mais incomodou o torcedor celeste foi sua passagem pelo nosso rival e, agora, suas juras de amor para o Cruzeiro. Independente disso, é um jogador decisivo e que faz muitos gols e isso, em muitos momentos do ano passado, nos fez muita falta. Se Fred contribuir com muitos gols a nosso favor, por mim, está tudo certo.

Temos jogadores de qualidade, conseguimos manter boa parte do elenco campeão da Copa do Brasil, trouxemos peças de reposição para os que saíram e suprimos as principais deficiências do elenco. Sabe o que isso significa? Nada, na verdade.

Não devemos cair no papo de favoritismo, como o que foi falado pelo Alexandre Mattos ontem. Não podemos entrar neste tipo de jogo, que só serve para tirar o nosso foco. Como disse o técnico Mano Menezes, não dá para entrar em uma Libertadores esperando por facilidades; será necessário muito trabalho e muito treino para que o time apresente um futebol de qualidade e seja postulante à conquista de títulos em 2018. 

4 comentários:

  1. Também concordo em não dar atenção ao favoritismo que vão nos dar.Claro que nosso time que foi bem ano passado apesar das deficiências, agora sanadas cirurgicamente, vai estar super forte.Quanto ao Fred,tive um mal estar quando soube de sua contratação,mas no mesmo dia me dei conta da magnitude de sua presença no time.Eu nao tenho a minima duvida que ele é um autêntico cruzeirense,é por isso que ele vai ser monstro mais uma vez defendendo nossas cores.Eu acho que a China azul em peso,deve apoiar lo sem pensar duas vezes,nossas chances de sucesso neste ano são gigantescas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. O time vem forte e foi bem montado. Devemos apoiar e cantar o jogo todo, todos os jogos, colocar pressão no adversário! Temos boas chances neste ano.

      Excluir
  2. Esse mattos é experto demais!!! Tirando a pressao e o foco do palmeiras q investiu milhoes no ultimo ano e não conquistou nada.

    Pra cima deles meu cruzeiro! Mostrar futebol e a força q esse clube tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Não podemos cair nesse papo malandro do Mattos!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.