Header Ads


Cruzeiro reclama de pênalti não marcado e vai protestar na CBF

Diretoria da Raposa promete conversar nos próximos dias com Sérgio Corrêa, diretor de arbitragem da CBF
 A não marcação do pênalti de Cássio no atacante Ramón Ábila, ainda no primeiro tempo da partida entre Cruzeiro e Corinthians, quando o time paulista ganhava por 1 a 0, irritou a diretoria celeste. O vice-presidente de futebol, Bruno Vicintin prometeu protestar na CBF contra o árbitro Dewson Fernando Freitas.

 "Tenho evitado falar, pelo momento que o Cruzeiro vive, evito falar e aparecer. O Cruzeiro se sente muito prejudicado hoje, um pênalti que da cabine de rádio eu tinha certeza que foi. O Cássio deveria ter sido expulso. Seria outro jogo", reclamou Bruno Vicintin.

 Ainda na primeira etapa da partida, Ábila recebeu bola na área e foi derrubado por Cássio. O juiz não assinalou penalidade do goleiro. Na sequência do lance, o centroavante recebeu o cartão amarelo por reclamação.

 "Fui tentar pegar a bola. Acho que sim (peguei), foi muito rápido, não sei se peguei direto no cara ou se peguei a bola junto. Estou sento bem honesto", comentou Cássio.

 Irritado, o Cruzeiro vai à CBF protestar pelo erro. "O que podemos fazer é mandar o diretor para conversar com o Sérgio Corrêa. Creio que seja um erro grosseiro e não um erro político contra o Cruzeiro. O que vou falar, é que não vamos poupar esforços para lutar para que não se repita estes erros", afirmou Bruno Vicintin.

Fonte: O Tempo
Tecnologia do Blogger.