Sem recursos financeiros, temporada 2022 está ameaçada e Luxemburgo pode deixar o clube

 

Técnico Vanderlei Luxemburgo (à esquerda) e Pedro Lourenço (à direita). Foto: Reprodução/Cruzeiro

    

    Após o empate com o Guarani na última quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo deu a entender que gostaria de permanecer no comando do Cruzeiro para a próxima temporada. O treinador faz planos para as categorias de base e já iniciou os “testes” com o elenco para poder definir quem é que fica e quem é que vai embora ao final deste ano.


    Todavia, para permanecer no cargo, Luxemburgo precisa de um sinal azul da direção. Ele sabe que não dá para construir uma equipe competitiva sem poder contratar e sem a garantia de que os salários permanecerão em dia. Nos dois anos em que o Cruzeiro está na segunda divisão, o desempenho do time sempre caiu quando os salários atrasaram. E isso é um problema cíclico até então.


    Nesta semana, o empresário Pedro Lourenço, da rede de Supermercados BH, disse ao Globo Esporte que o dinheiro que viabilizou o pagamento dos vencimentos atrasados quando Luxemburgo assumiu o comando técnico foi, na verdade, um adiantamento do patrocínio do ano de 2023. Ou seja, para os próximos dois anos, o Supermercados BH já pagou os valores de patrocínio para o clube celeste. O mecenas da Raposa afirmou também que agora fica difícil colocar mais dinheiro no clube para pagar os atuais salários atrasados.


    Para piorar a situação, a gestão de Wagner Pires de Sá adiantou as cotas da televisão até outubro de 2022, ou seja, o Cruzeiro não receberá nenhum centavo da TV até o final do ano que vem. Pelo menos essa é a informação que foi veiculada pela imprensa esportiva.


    Sem receitas suficientes para garantir o funcionamento do clube e o pagamento dos funcionários, a temporada 2022 está completamente ameaçada. Apesar de querer permanecer na Toca da Raposa, Luxemburgo sabe que nada conseguirá se o clube não tiver dinheiro para fazer funcionar o futebol no ano que vem. Assim, sua permanência também está ameaçada.


    À nova diretoria, cabem esforços para conseguir dinheiro para viabilizar o futebol no ano que vem. Mas como Sérgio Santos Rodrigues conseguirá isso? É um grande mistério. Atualmente, os salários já estão atrasados outra vez e, se não conseguir grana, os atletas podem deixar o clube livremente. Obviamente, novos processos trabalhistas serão impetrados contra o Cruzeiro em breve.


    Parece que está cada vez mais impossível o retorno à Série A. E o nosso Centenário (lembra dele?) foi um fracasso total.

15 comentários:

  1. O presidente Sérgio Santos Rodrigues é o maior culpado disso tudo. Ao invés de tomar a frente do clube para administrar essa crise ou passar as rédeas da gestão para outra pessoa, segue viajando para fazer workshops e palestras utilizando do nome de "presidente do Cruzeiro" para aumentar o seu currículo profissional. E o clube? Ficou abandonado. Talvez o Luxemburgo saia do clube não por questões de salários ou administrativos, mas justamente por essa falta de profissionalismo do mandatário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não moço, os maiores culpados são as escórias: zezé perrella, gilvan, itair, wagner, serginho e os demais conselhereiros. Bando de desgraça, acabaram com o nosso cruzeiro.

      Excluir
  2. Mudando de assunto.
    Por que esse blog se entitula
    O MAIOR DE MINAS?
    É mesmo ?
    Por que?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque o Cruzeiro é o maior clube do estado de Minas Gerais. Isso se prova pelo número de títulos nacionais e internacionais relevantes conquistados.

      Excluir
    2. É, não. Pode ter sido, mas não é mais. É o mesmo que falar que Pelé é o melhor jogador de futebol do país. Pode ter sido, mas não é mais. Apesar de ter deixado seu recorde de gols, já é passado.

      Excluir
    3. Não faz o menor sentido o que você falou, mas se você quer acreditar nesse falso argumento, fique à vontade. Um abraço.

      Excluir
    4. Sou cruzeirense, mas se ficarmos com essa ilusão o clube vai continuar na pior. Seria como um britânico dizer: somos a mais importante nação do.mundo por que nosso império era tão grande que o sempre haveria sol em uma parte dele, eramos donos dos EUA, Canadá, Índia, Austrália, Boa parte da África...ou seja, não dá. É hora de ver a realidade, dirigentes destruíram o cruzeiro, com aplausos da torcida. Viver do passado não ajuda no presente e destrói o futuro. Hoje o cruzeiro é a terceira força de Minas, não está nem entre as 30 do Brasil

      Excluir
  3. Maior em que?? Ah sim, em dividas, calotes, emBargos, penhoras, TransferBan, Bacenjud, Renajud, ações na justiça do traBalho, dividas com fornecedores em geral e com funcionarios em todos os niveis, vergonha, humilhação, chacota, etc, etc, etc..... E não se esquecendo do Tri-reBaixamento na serie B conquistado ainda no 1º turno (um feito que nem o merdinha que é o cluBe mais vezes reBaixado no mundo conseguiu fazer).

    "Bom dia"
    Pessoa educada cumprimentando o poBre coitado que escreve esta coluneca

    "VAI TOMAR NO CU!!!"
    PoBre coitado acefalo iludido imitando o véio desBocado do YouTuBe, pois já está cansado de ser zoado, humilhado, "encoxado", etc, etc, etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, estamos na Série B. E, ainda assim, continuamos sendo o maior clube do estado de Minas Gerais. E vai demorar um tempo até que outro clube mineiro nos ultrapasse em número de troféus. Boa tarde!

      Excluir
    2. A propósito, uma correção: não é "tri-rebaixamento", pois o Cruzeiro não foi rebaixado três vezes e nem três vezes seguidas.

      Excluir
  4. Que pena, acho que não tem mais jeito não.

    ResponderExcluir
  5. Primeiro que o "pôfexô enganadô de maria" deu a entender que só fica se não aparecer NENHUMA proposta seja de que time de que divisão for, qualquer coisa é melhor que esse time de iludidos que afunda cada dia mais... Segundo que colocar a culpa nos salários atrasados (três meses do profissional e cinco do administrativo, base e feminino) é querer tapar o sol com a peneira, o time é muito ruim, formado por perebas e refugos encostados e /ou dispensados, essa é a verdade.... Para poder contratar tem que pagar os 20 milhões de calotes que foram parar na FIFA...
    A sorte é que mesmo os jogadores podendo sair de graça (todos eles chegaram "de graça") por causa do atraso de salário ninguém vai fazer isso porque ninguém os quer....
    'Parece que está cada vez mais impossível o retorno à Série A.' única verdade que foi dita...

    ResponderExcluir
  6. Chupa maria falida, arrogante e terceirona, jamais voltara a 1° divisão.Acabou MORREU.

    ResponderExcluir
  7. Esse pede o henrique eh o ridículo dos ridiculos; mas vou fornecer um para casa para ele; repita; eh o maior de minas[segunda divisão 2019, repita; maior de minas[ segunda divisão 2020; repita; maior de minas[ segunda divisão 2021; repita; maior de minas[segunda ou terceira divisao em 2022; repita; maior de minas[ clube implodiu, acabou, quem recebeu ok quem não recebeu nunca mais verá a cor do dinheiro, essa torcidinha desse ex clube e falido eh bom tentar procurar um clube/ time para poder ter uma alegria, agora meu time nao aceita esses simpatizantes nao,'de maneira?alguma queremos isso.

    ResponderExcluir
  8. 1- Pedro Lourenço, burguês safado, tem que calar a boca e contratar 5 jogadores de primeira divisão para ganhar na segunda divisão e subir!

    2- Ah, vá! !!! Descobriram que Sérgio Santos Rodrigues, alguém que entregou a cabeça do Cruzeiro numa bandeja de prata para a inimiga Rede Globo, é vagabundo? Que estava apenas pensando em poder e não no bem do clube quando melou o empréstimo de 300 milhões de reais com o banco americano? ??!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.