Um novo Cruzeiro? A chegada de Felipão!

 

Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

O Cruzeiro começou a temporada de 2020 com muitas preocupações: precisando conquistar o acesso, reformular o elenco com um custo baixo e um técnico de peso, para colocar o time novamente na elite. Após muitas mudanças no time titular e também de técnicos, o clube não havia encontrado um "time ideal" para que pudesse, pelo menos, vencer as partidas. Vimos então, começar o que parecia uma briga de poder, por posição política envolver todo o clube. Foram meses difíceis, que ficaram um pouco controlados pela falta de jogos por causa da Pandemia. E esse jogo de poder, no fim, nos fez perder 6 pontos antes mesmo do campeonato começar. Mas recuperamos logo, com duas vitórias.

    Porém, as coisas começaram a desandar, e o ano não aconteceu como a torcida imaginava: O Cruzeiro não conseguia vencer. Houve trocas de técnico mais de uma vez, troca de elenco, jogadores subiram, muitos vieram e saíram, e não encontrávamos solução para o que parecia ser uma crise esportiva muito maior que a do rebaixamento. Começamos a arrumar a administração do clube, mas o futebol não. Precisávamos de um técnico de peso. Mas quem viria treinar na série B? O salário menor, o deslocamento de viagem muito maior, e os campos bem piores.

    Então a torcida viu a diretoria trazer um técnico que não era bem vindo por ninguém, mas continuamos a apoiar, pois "já estava aqui" pois o que poderíamos fazer?


    Assim como a torcida já havia alertado, a contratação não surtiu efeito, o time não mostrou o resultado esperado e conseguimos uma dívida a mais em nossa vasta lista de devedores. Após a demissão do Ney Franco, não conseguimos encontrar nenhum técnico disposto a vir para o nosso clube, por causa de todos os acontecimentos do passado. Praticamente com um novo técnico, que o mesmo já havia avisado sobre a sua vinda, por motivos do destino, acabou melando a contratação, para o desespero da torcida. Ficar sem técnico?

    É nessas horas que a gente vê as voltas que a vida dá, e que existem situações que só acontecem para melhorar a nossa vida. Surpreendendo todos, o Cruzeiro Esporte Clube anunciou a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão. Após receber um não do treinador, algo o fez aceitar novamente o chamado do clube 5 estrelas, clube ao qual comandou entre 2000 e 2001, quando saiu para treinar a Seleção Brasileira e trazer o Pentacampeonato para o nosso país. E nós agradecemos muito pela vinda do gigante treinador. A confiança nas vitórias voltaram, o time parece jogar muito melhor do que vinha apresentando e o peso e o conhecimento por trás do novo treinador é de grande valia para a retomada a Série A ainda nesse ano. É difícil? Sim. Mas não é impossível.

    O técnico Felipão, campeão da Sul-Minas em 2001 pelo Cruzeiro, irá escrever mais uma página imortal em nosso clube, retornando o clube para a Série A ainda esse ano? E o que mais está por vir? Vamos Cruzeiro!

Um comentário:

Tecnologia do Blogger.