Header Ads


Cruzeiro vence e, dois anos depois, volta à final do Estadual

POR: JOÃO VITOR VIANA


O Cruzeiro voltou a campo neste domingo e, diferentemente do fim de semana passado, quando jogou bem abaixo, esteve bem. Venceu o jogo através de jogadas construídas individualmente e teve em Arrascaeta o finalizador da noite, autor dos dois gols celeste. Placar final: 2 a 0 para a Raposa, que nos próximos terá o rival pela frente. Mais cedo, às 16h, bateu a URT, por 3 a 0, no Independência. O jogo marcará a volta do Maior de Minas à final do Campeonato Mineiro, o que não aconteceu nos últimos dois anos.

O jogo
A partida entre Cruzeiro e América alternou o time que propunha o ataque. O América, em alguns momentos, foi melhor, em outros, foi o Cruzeiro. Porém, como no futebol quem vence é aquele que é objetivo e eficiente, brilhou o time que tinha no seu elenco os jogadores decisivos. Foram os casos de Diogo, Hudson, Rafael e Arrascaeta. Enquanto os dois deram assistências para os gols celestes, Arracaeta apareceu como centroavante nas duas oportunidades, mandando para a rede de João Ricardo, ambas sem chances ao guarda-metas. No primeiro lance, bola bem cruzada por Diogo, que encontrou o uruguaio na área, livre, que de primeira, escorou a bola, que veio do lado direito do Coelho. Já o segundo gol também veio pelo lado esquerdo da Raposa, mas com o volante Hudson, que aventurando-se como ponta, fez bela jogada, passou pela zaga e entregou, de bandeja, para Arrasca finalizar, meio que de bico, para o fundo das redes americanas.

Já o goleiro Rafael voltou a brilhar: quando acionado, buscou a bola. No segundo tempo, defendeu bela cabeçada do ataque americano no ângulo direito. Durante a partida ainda fez ótimas intervenções. É, Fábio... do banco você assistiu e até sorriu da bela atuação do atual titular e seu amigo há quase 10 anos. Pelo jeito... vai esperar mais um pouco para ter nova oportunidade. O cara tem sido monstro.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.